Trazer

Trazer de Cuba

Depois de conhecer Cuba, você ficará encantado e certamente vai querer trazer algumas lembrancinhas para casa. Ou terá que dar conta daquela encomenda de charutos e rum que os seus amigos fazem tão logo você avisa que vai para Cuba.

 

Confira a lista que organizamos com 9 sugestões de produtos e lembrancinhas para trazer de Cuba quando você retorna ao Brasil:

.

1. Artesanato

Quem viaja gosta de trazer recordações únicas, que são possíveis encontrar exclusivamente no país visitado. Um item de artesanato local para presentear amigos e a família é uma excelente dica nesse sentido. Em Havana, indicamos o Mercado de Artesanato chamado Feria de San José, nas proximidades do porto em Habana Vieja. É um antigo pavilhão do armazém do porto, transformado em feira permanente de artesanato. Caso precise trocar dinheiro, ele conta com casa de câmbio (CADECA).

O Palacio de la Artesania, na Calle de Cuba #64, entre Cuarteles e Peña Pobre, em Habana Vieja, é outra excelente opção para comprar lembranças de Cuba. Trata-se de um antigo casarão colonial transformando em centro cultural com artesanato, música ao vivo, bar e loja de charutos.

Outra opção interessante, se você estiver por Vedado, é escolher seus presentes e lembrancinhas na Feria de Artesanato da Calle 23 (La Rampa). Fica próxima ao Hotel Habana Libre, basta descer algumas quadras e você encontrará fácil os artesãos e suas banquinhas.

.

Feira de Artesanato em Havana

.

Existe uma infinidade de opções de recuerdos de Cuba: pinturas, chaveiros, ímã de geladeira,  fotografias, camisetas, bolsas, caixas decorativas de madeira, porta charutos, bonés, jogos de dominó, taco de beisebol.

.

2. Charutos

Os charutos cubanos são considerados os melhores do mundo, pela qualidade e sabor. Na ilha, eles são conhecidos como "los puros" ou "los habanos". As principais marcas são Cohiba, Montecristo, Romeo y Julieta, Partagás, Hoyo de Monterrey e H.Upmann.

.

Casa del Habano em Havana

.

La Casa Del Habano

Compre os seus charutos nas lojas oficiais, denominadas Casa Del Habano. Elas ficam dentro dos grandes hotéis (Habana Libre, Hotel Nacional e Parque Central), na antiga fábrica Partagás atrás do Capitolio Nacional e no Palacio de Artesanía. Os charutos oferecidos na rua são falsificados, não têm qualidade e podem ser prejudiciais à saúde.

.

Marcas charutos cubanos

.

Golpe da cooperativa de charutos

Como acontece em qualquer cidade turística do mundo, alguns indivíduos mal intencionado tentam tirar proveito dos turistas. Você certamente será abordado na rua, recebendo oferta de charutos mais baratos. Existem algumas versões para justificar o buen precio: conhece alguém que trabalha na fábrica; os charutos oferecidos são de uma "cooperativa de trabalhadores"; está tendo um "festival de habanos" justamente naquela semana.

O turista aceita ver o produto e o cubano o leva até uma casa, mostrando uma caixa de Cohiba. Na loja oficial a caixa do charuto custaria 250 CUC, mas ali com ele, direto da "cooperativa", sai por 80 CUC. Quando o turista pede um desconto  fecha-se o negócio, geralmente, por 60 CUC. Você estará comprando charutos falsos que prejudicam a economia local, ao implicarem sonegação fiscal, e devem ter custado ao vendedor, no máximo, 10 CUC.

 

Quantos charutos posso trazer de Cuba?

Ao sair de Cuba, desde que você possua nota fiscal dos charutos comprados nas Casas del Habano, não há um limite máximo. Charutos comprados sem nota correm o risco de serem confiscados no aeroporto.

Contudo, chegando no Brasil, a quantidade permitida pela Receita Federal é de 25 unidades por pessoa. Você pode trazer portanto, uma caixa grande com 25 unidades, algumas petacas contendo 3 charutos cada, porções individuais, ou qualquer maneira que você deseje organizar, desde que não ultrapasse esse limite.

.

3. Rum cubano

Assim como os charutos, o rum é um dos principais produtos de exportação de Cuba e, mais do que isso, é um item que compõe a identidade nacional do país.

Produzido a partir da cana de açúcar, o rum cubano é considerado o melhor do mundo devido as condições favoráveis de seu solo e clima.

A marca mais tradicional e famosa de rum é o Havana Club.  Outras marcas como Santiago de Cuba, Legendário e a marca Cubay também são ótimas opções.

 

Quantas garrafas de rum posso trazer de Cuba?

De acordo com a Receita Federal, está isento do pagamento de tributos quem entrar no Brasil com até 12 litros de bebida alcoólica no total, ou seja, 12 garrafas de 1L ou 16 de Havana Club, de 750 ml.

O preço das garrafas de rum não variam muito, você pode comprá-las nas lojas da cidade ou, se esqueceu ou sobrou dinheiro, nas lojinhas do próprio aeroporto.

As garrafas devem ser despachadas junto com a bagagem, pois o transporte de líquidos na cabine do avião em voos internacionais é limitado a embalagens de 100 ml. Contudo, a regra dos 100 ml não se aplica às compras feitas no free shop. Então, você pode optar por comprar rum Havana Club nas lojas da sala de embarque, as quais serão preparadas para viagem em uma embalagem lacrada. Guarde a nota que comprova a compra realizada na loja do aeroporto no dia da viagem.

.

4. Cervejas cubanas e tuKola

Coca-cola? Não, bem melhor! É tuKola, o refrigerante de Cuba. A tuKola é produzida pela Los Portales S.A, uma joint venture entre uma empresa nacional cubana e o Grupo Nestle. O "refresco", pronunciado sem o 's' no espanhol da ilha, também possui as versões Naranja, Gaseosa (limão), Piñita e Mate.

.

Refrigerante Cuba TuKola

Refrigerante tuKola

.

Já as marcas mais populares de cerveja cubana são a Cristal e a Bucanero. Cristal é clara e suave, com 4,9% de teor alcoólico, a Bucanero, escura e forte, com 5,4%.

.

Cerveja de Cuba: Cristal e Bucanero

Cerveja Bucanero, fuerte!

.

5. Café de Cuba

Você sabia que Cuba produz e exporta café de excelente qualidade e livre de produtos químicos?

O café Cubita, cultivado nas montanhas da Sierra Maestra e da Sierra de Escambray, é o melhor café da Cuba. É um café vivo e intenso.

Outras marcas excelentes são Turquino, Serrano e Cohiba.

.

Café Cubita de Cuba

Café Cubita em grãos.

..

6. Livros

Os livros das livrarias locais são vendidos em pesos cubanos, o que os torna baratos. Nessas livrarias é possível encontrar clássicos como o diário do Che na Bolívia além de diversos livros de história e de literatura cubana por valores bem acessíveis. Já as lojinhas e sebos para turistas, cujos preços são em pesos convertibles (CUC), acabam sendo mais caras, mas possuem coleções sortidas de livros cubanos e estrangeiros. Certamente vale a pena conferir ambas!

Dentre as livrarias que vendem em moeda local (CUP), recomendamos duas:

Librería Centenário del Apóstolo

Fica nas proximidades da Universidade de Havana, na Calle 25 #164, entre O e P, em Vedado.

.

Livrarias em Cuba

.

Librería Fayad Jamís

Situada na Calle Obispo #261, em Habana Vieja. São dois andares com uma boa variedade de livros. O nome homenageia o escritor e artista plástico Fayad Jamís Bernal.

.

Livros em Cuba

.

7. Antiguidades

Quem desce a Calle Obispo e chega à Plaza de Armas, encontra uma interessante feira de antiguidades. Os que conheceram a tradicional feira devem estar se perguntando: por onde andam os livreiros e colecionadores?

.

Feira de livreiros em Cuba

.

Os amantes de antiguidades e colecionadores ganharam um espaço próprio: a Feria de Publicaciones y Curiosidades, uma espécie de mercado de pulgas de Havana. Fica nas proximidades da Plaza de Armas, na Antigua Casa de Justiz y Santa Ana, na Calle Baratillo. A entrada é gratuita.

.

.

A feira reúne uma diversidade de itens: relógios de bolso, gramofones, prataria, câmeras antigas, moedas, bótons militares, livros sobre a Revolução e pôsteres da década de 1960. Os vendedores aceitam propostas, vale pechinchar e pedir desconto.

 

8. Perfume

Recomendamos conferir Habana 1791, também chamada de Museo del Perfume, loja de fragrâncias artesanais situada em uma bela mansão do século XVIII na Mercaderes 156, esquina com Obrapía, no coração de Habana Vieja.

.

artesanato cuba.

.

O perfume é artesanal, resultando em uma fragrância natural, fresca e durável. Os frascos em que as colônias são embaladas vêm em vários tamanhos e estilos, selecionados pelo cliente. Alguns são feitos e decorados por ceramistas cubanos e outros são importados.

.d

9. Lojinhas do Aeroporto

Se você chegar no Aeroporto José Martí na hora de regressar ao Brasil e ainda estiver com alguns CUC na carteira, recomendamos as lojinhas do aeroporto que ficam no saguão, antes do embarque. Como última opção, as lojas Duty Free (free shop) podem salvar quem esqueceu de comprar aquela garrafa de rum Havana Club.

Além disso, são vendidos diversos outros itens que representam Cuba, como camisetas e xícaras de heróis da Revolução, marcas cubanas, entre outros.

.

Free Shop em Cuba

 

WhatsApp Contato por WhatsApp