O que são os Comitês de Defesa da Revolução (CDR)?

Publicado por Dicas sobre CUBA em

O que são os Comitês de Defesa da Revolução (CDR)?

Nos primeiros anos da Revolução Cubana, em 28 de setembro de 1960, em um ato público em frente ao Palácio Presidencial (hoje Museu da Revolução), Fidel Castro anunciou a criação dos Comitês de Defesa da Revolução (CDR).

Mas os que são os CDRs?

Os CDRs formam uma organização da sociedade civil integrada por uma rede de comitês de bairros. Os comitês atuam na defesa do processo revolucionário, no combate a contrarrevolução e no apoio de ações sociais.

No combate a Covid-19, por exemplo, coube aos comitês de bairro organizar e fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias. Na educação, os vizinhos que participam dos CDRs verificam se alguma criança do bairro está fora da escola, se alguma família necessita ajuda, etc.

Os CDRs formam uma rede de comitês de bairros em defesa da Revolução.

Segundo Fidel, os “Comitês se converteram em uma tradição do povo cubano. E esse é um valor muito importante, porque vai se transmitindo às novas gerações a consciência, a moral, o espírito da Revolução.”

Para muitos moradores da ilha, a rede comunitária que os CDRs articulam é fundamental para manter a Revolução e resistir ao bloqueio econômico imposto pelos EUA.

O lema dos CDRs é “¡En cada barrio, Revolución! (Em cada bairro, Revolução!)”.

Lema dos CDRs é “¡En cada barrio, Revolución!".

Dica: Em Havana, o “Museo 28 de Septiembre de los CDR” na Calle Obispo em Habana Vieja, no centro histórico, está dedicado a contar a história dos CDR, considerada a maior organização de massas do país. Se você quer conhecer mais sobre Cuba e a Revolução, não deixe de visitá-lo.

“Museo 28 de Septiembre de los CDR” na Calle Obispo, centro histórico de Havana.
Categorias: História

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *